Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

5 dicas para fazer um bom currículo

Patrick Murta 22 de junho de 2012 1

O Currículo é uma importante ferramenta de marketing pessoal, e o seu principal objetivo é fazer com que você seja convidado para uma entrevista de emprego. Desta forma, um bom currículo é aquele que lhe ajuda a participar destas entrevistas.

Existem diversas formas de você otimizar seu currículo, e discutiremos 5 delas neste post.

Seja Objetivo

Não tente enrolar no seu currículo

Não tente enrolar no seu currículo

Curriculum vem do latim e quer dizer “resumo”. Desta forma fica claro que o documento se trata de um resumo de sua vida (vitae) profissional. Sendo assim você tem de ser o mais objetivo possível evitando o famoso “encher linguiça” nas descrições de suas funções ou descrição de cursos. Pode ter certeza que o responsável pelo recrutamento consegue identificar isso.
Isso serve também para seus dados pessoais: Nada de inserir números de documentos. Foto? Só se você estiver se candidatando a uma vaga de modelo ou a empresa pedir. O mesmo vale para pretensão salarial.

Valorize seus pontos fortes

No currículo você deve valorizar seus pontos fortes e minimizar seus pontos fracos. E o que isso quer dizer?
Se você possui uma grande experiência profissional mas lhe falta conhecimento acadêmico, valorize sua experiência, colocando-a logo após seus dados de contato, sem deixar de destacar suas atribuições e conquistas. O contrário também se aplica: explore seu conhecimento acadêmico se ele for mais relevante que sua experiência profissional.

Isso porque sua experiência pode compensar sua falta de conhecimento acadêmico, assim como seu conhecimento pode compensar uma falta de experiência. Colocar a coisa certa no lugar errado pode minimizar suas chances de ser convocado para uma entrevista.

Cuidado com o tamanho

Ninguém quer ler um currículo gigante

Ler esse currículo não vai ser tarefa fácil

A regra é clara e todo mundo já deve ter ouvido falar: Um currículo deve ter, no máximo, duas páginas. Mas muita gente ainda insiste e tenta colocar todas as suas experiências profissionais no documento.
Esse é um grande erro pois o recrutador, na maioria das vezes, precisa analizar dezenas de currículos para uma vaga e quanto mais tempo dele você economizar melhor para você. E isso ainda pode ser uma forma interessante de obrigar você a manter no currículo somente as informações relevantes que irão ajudá-lo na vaga que está concorrendo.
Exemplo: O candidato a uma vaga de Designer que já trabalhou como Almoxarife para pagar a faculdade, o que isso acrescenta seu currículo?. O mesmo vale para cursos complementares: Um curso de culinária no currículo de um programador não acrescenta em nada.

Faça um currículo legível

Ler um currículo assim é complicado...

Não Complique a vida do recrutador.

Não é porque um currículo deve ter no máximo duas páginas que você deve colocar todo o texto em tamanho “8” e retirar todo os espaços em branco do currículo. Você deve ter em mente que o responsável pelo recrutamento pode ter problemas de visão e, mais uma vez, quanto mais você ajudá-lo melhor. Evite também utilizar fontes pouco convencionais, do tipo “comic sans”, pois além de não transmitirem credibilidade, podem pesar contra você.

No currículo opte pelo convencional: Utilize as fontes “Times New Roman” ou “Arial”, e o tamanho 12 (no máximo tamanho 10), e não se esqueça de deixar espaços entre os textos. Além de facilitar a leitura, estes espaços permitem que o recrutador faça anotações importantes na hora da entrevista.

Faça um currículo direcionado para a vaga que pretende concorrer

O objetivo sempre é acertar o centro do alvo

O objetivo sempre é acertar o centro do alvo

Cada vaga e cada empresa precisam de um perfil profissional diferente. Se você realmente deseja ser convocado para a entrevista, o ideal é que você formate o currículo de forma que ele se encaixe melhor no que o recrutador precisa.

Exemplo: Se você trabalhou com produção de eventos mas está concorrendo a uma vaga relacionada às redes sociais, valorize aquela experiência onde você escreveu ou produziu material para um blog ou criou uma página de sua empresa no Facebook. Em alguns momentos pode ser a ajuda que lhe falta para alavancar a carreira.

Mas tome cuidado: Adaptar seu currículo para determinada vaga não é mentir, então use o bom senso.

Essas dicas não são uma receita infalível para ser contratado, mas podem lhe ajudar muito a criar um currículo mais atraente e ser convidado para as entrevistas.

E sobre como agir nas entrevistas, isso é assunto para um outro post.

One Comment »

  1. Dourado 25 de junho de 2012 at 14:12 - Reply

    Opa, muito legal o o post, vou colocar lá na 4wingo e citar a fonte hein.

Comenta ai Vai!!! »